Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Avaliador de imóveis

Este blogue pretende, de uma forma simples, esclarecer as questões sobre avaliação de imóveis, máquinas ou de equipamentos, e, ao mesmo tempo, revelar o dia a dia de um avaliador de imóveis!

Avaliação de imóveis pelas finanças


Os portugueses têm vindo a receber, das Repartições deFinanças, as notificações da avaliação dos seus imóveis, no âmbito do CIMI e reivindicadaspela “troika”.

Estas avaliações, muitas delas pagas principescamente (um euro por avaliação ao que se tem de descontar o respetivo imposto!) efeitas pelo “Google Maps” ou "Google Earth", devem ser bem escrutinadas para se evitarem erros quepodem afetar decisivamente muitos orçamentos familiares.

Convém lembrar que os contribuintes só têm um mês para poderimpugnar a sua notificação.

Hoje pretendemos chamar a atenção para dois aspetos quequalquer um de nós pode verificar.

Desde logo as áreas da fração:



De acordo com o Código do Imposto Municipal de Imóveis:
“2 - A área bruta privativa (Aa) é a superfície totalmedida pelo perímetro exterior e eixos das paredes ou outros elementosseparadores do edifício ou da fração, incluindo varandas privativas fechadas,caves e sótãos privativos com utilização idêntica à do edifício ou da fração, …”
3 - As áreas brutas dependentes (Ab) são asáreas cobertas e fechadas de uso exclusivo, ainda que constituam partes comuns,mesmo que situadas no exterior do edifício ou da fração, cujas utilizações sãoacessórias relativamente ao uso a que se destina o edifício ou fração,considerando-se, para esse efeito, locais acessórios as garagens, osparqueamentos, as arrecadações, as instalações para animais, os sótãos ou cavesacessíveis e as varandas, desde que não integrados na área bruta privativa, eoutros locais privativos de função distinta das anteriores, …….”.

Depois, a idade do imóvel.



Devem ser comparadas a caderneta predial urbana com acertidão da conservatória do registo predial. Normalmente as estimativas dosavaliadores das finanças baseiam-se na caderneta predial urbana que, em algunscasos, não mencionam a idade real das frações. O que valida a idade de umimóvel é a certidão da conservatória do registo predial.

Deixamos, a seguir, uma tabela onde pode verificar se o Cv -coeficiente de vetustez está ajustado à idade do imóvel:



Para mais dúvidas sempre podem enviar-nos um “mail”, quetiraremos as suas dúvidas.


2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

As minhas páginas:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D