Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Avaliador de imóveis

Este blogue pretende, de uma forma simples, esclarecer as questões sobre avaliação de imóveis, máquinas ou de equipamentos, e, ao mesmo tempo, revelar o dia a dia de um avaliador de imóveis!

Avaliação de máquinas e equipamentos



No artigode hoje referenciamos algumas metodologias para a avaliação de máquinas eequipamentos, normalmente utilizadas no âmbito da nossa atividade na empresa Formatos, Formadores e Consultores Associados,L.da.

Introduzimosainda duas noções, que importantes para as metodologias expostas:

Valor de UsoContinuado (VUC) - Valor que assume para a empresa, no pressuposto quecontribui para a sua atividade operacional, estando em funcionamento e gerandofluxos de caixa.

Valor de Substituição a Novo (VSN) - Valor determinado na base do que oequipamento custaria para ser substituído por outro igualmente satisfatório,ponderando-se o desenvolvimento tecnológico do mercado.

(caso real, onde as curvas na Depreciação Não Linear eFórmula de Matheson se confundem)

E as metodologias são:

- Método da Depreciaçãonão linear
A estimativa do valor em uso continuado é obtida da seguinte é obtidapela fórmula:
  


Em que a depreciação não linear (DNL) é resultante do valor residual damáquina ou equipamento, da sua vida útil e da sua idade.



- Método de Cole
Este método estabelece a depreciação empírica em cada período como sendoigual ao produto da depreciação total pelos elementos da série:


Sendo Vu o número de períodos (geralmente anos). O valor de cadadepreciação de cada periodo é obtido multiplicando-se cada elemento da sériepela depreciação total.

- Fórmula de Matheson
Este método estabelece uma depreciação constante, em percentagem, econtínua em cada período, igual ao valor de uma taxa estimada aplicada ao valorresidual do período anterior, ou seja, a depreciação no final de um período éigual ao produto do valor residual do início pela taxa calculada, sendo o valorda taxa função do tempo de amortização, do VSN e do valor residual.

- Método deJans-Heidecke

A metodologia suporta-se na fórmula de Jans-Heidecke, que combina adepreciação segundo o tipo de bem (Jans) e o estado de conservação (Heidecke). 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

As minhas páginas:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D