Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Avaliador de imóveis

Este blogue pretende, de uma forma simples, esclarecer as questões sobre avaliação de imóveis, máquinas ou de equipamentos, e, ao mesmo tempo, revelar o dia a dia de um avaliador de imóveis!

Noção de valor no mercado imobiliário


No mercado imobiliário, assim como em outras situações, uma mesma palavra pode originar várias interpretações. Uma dessas palavras é valor.

Assim sendo, o valor venal é o valor pelo qual o bem foi transaccionado em mercado livre, ou seja, o preço que o comprador pagou ao vendedor no momento da concretização do negócio. Este valor difere do valor de mercado,  que é o valor pelo qual um bem pode ser transaccionado, num mercado livre e competitivo e após um determinado período de tempo razoável, em que os intervenientes actuem de livre vontade, sem qualquer interesse particular e conhecedores de toda a informação relevante.

Podemos ainda falar de valor intrínseco como o valor que traduz os custos necessários à construção de um imóvel semelhante ao em avaliação, ponderados com valores que traduzam a depreciação física ou obsolescência funcional ocorrida, acrescida do custo do terreno. 

Os custos necessários à construção podem ser de substituição se a construção visa obter a mesma função mas com materiais e técnicas actuais. Já o custo de reposição visa repor um imóvel exactamente igual ao em avaliação, com as mesmas técnicas e materiais. 

O valor potencial, locativo ou de rendimento traduz o valor actual do imóvel atendendo aos seus rendimentos futuros, actualizados a uma determinada taxa de rentabilidade esperada. 

Esta noção está em contraponto com a de valor financeiro, que é o valor do bem considerando o seu rendimento actual, capitalizado a uma determinada taxa de rentabilidade esperada. 

O valor residual é utilizado na avaliação de terrenos ou imóveis a reabilitar e é obtido deduzindo ao valor potencial do imóvel todos os custos directos ou indirectos associados ao desenvolvimento do processo imobiliário considerado.

Na obtenção do valor do imóvel é também importante considerar a sua utilização. No caso do uso continuado avaliamos o imóvel atendendo ao seu uso actual enquanto no uso alternativo consideramos o valor do imóvel de acordo com os vários usos que o imóvel pode vir a ter legalmente, que traduzam a sua melhor valorização (máxima e melhor utilização). 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

As minhas páginas:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D