Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Avaliador de imóveis

Este blogue pretende, de uma forma simples, esclarecer as questões sobre avaliação de imóveis, máquinas ou de equipamentos, e, ao mesmo tempo, revelar o dia a dia de um avaliador de imóveis!

Outra vez as discrepâncias …

(ou como ascoisas mudam conforme o objetivo)

Esta semanacruzamos a variação da avaliação bancária de habitação, do todo nacional e deLisboa (Instituto Nacional de Estatística), com a variação do retorno dosFundos de Investimento Imobiliário (Associação Portuguesa de Fundos deInvestimento, Pensões e Patrimónios), comparativamente com dezembro de2010.

Não fomosmais longe, em termos de datas para comparação, porque não estão disponíveismais dados na página da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento,Pensões e Patrimónios.


Para melhorperceção, traduzimos os valores no gráfico seguinte:
  
A- variação (%), relativamente a Dez-2010 do valor médio da avaliação bancária de habitação, média global (Portugal)
B- variação (%), relativamente a Dez-2010 do valor médio da avaliação bancária de habitação, média global (Lisboa)
C- variação (%), relativamente a Dez-2010 do retorno dos Fundos de Investimento Imobiliário (Fonte: Índice APFIPP-IPD)

É curiosoverificar que uma descida acentuada do valor da avaliação bancária, contrastacom uma subida, ainda que ligeira, do retorno dos fundos de investimentoimobiliário.

Parece-nosevidente uma contradição entre as variáveis analisadas. Salvo melhor opinião,elas deveriam andar em linha e com desvios da mesma ordem de grandeza.

Causa-nosainda maior estranheza que estas discrepâncias gravitem à volta de entidadesque, embora com supervisores distintos (CMVM e Banco de Portugal), convergempara os mesmo objetivos quando se trata de avaliação de imóveis: “mortgageLending Value” ou “valor sustentável no longo prazo” ou ainda o famigerado “valorde venda imediata”.

Estamos,obviamente, a falar da Banca e das Sociedades Gestoras de Fundos deInvestimento, que muitas vezes se confundem.

Podemosperceber que em tempos de crise, como a que vivemos no passado recente, umadescida abrupta dos Fundos de Investimento Imobiliário poderia causar estragosde consequências imprevisíveis na sociedade portuguesa.

É precisorelembrar que muitos portugueses de poucos recursos viram este instrumento comoalternativa aos depósitos a prazo. Aliás, foi por este motivo que muitas vezesnos insurgimos, neste blogue, contra muitos ataques aos Fundos de Investimento Imobiliário,por parte, mormente, do PartidoSocialista e do Dr.Paulo Morais.

E o quetambém é certo é que as empresas que avaliam para a Banca são, em regra, asmesmas que avaliam para as sociedades gestoras.

Alterando oditado popular, temos “Um peso, duas medidas?”

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Links

As minhas páginas:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D